Seminário Internacional de Indicação Geográfica e Marcas Coletivas

O SEBRAE, o INPI e a OMPI- Organização Mundial da Propriedade Intelectual estão realizando o Seminário Internacional de Indicação Geográfica e Marcas Coletivas, com foco no Artesanato, que ocorrerá nos dias 24 a 25 de setembro de 2015,no Sapucaia Praia Hotel – Tambaú – João Pessoa – Paraíba.

O objetivo do Seminário é discutir sobre os benefícios proporcionados pelo registro da Indicação Geográfica e Marca Coletiva, os casos de sucesso e como esses ativos podem valorizar os artesanatos.

As Indicações Geográficas propiciam a melhoria na organização dos produtores e da produção, melhoria da qualidade dos produtos, a valorização da história, da cultura, das tradições e do saber fazer local, a paisagem e o modo de vida das pessoas. Esses fatores, se associados à imagem do produto, resultam em agregação de valor, abertura de novos mercados, ampliação de renda e emprego e aumento da auto-estima de seus produtores.

Já as Marcas Coletivas podem auxiliar uma coletividade a promover seu posicionamento no mercado, criando uma boa reputação e oferecendo proteção frente à concorrência desleal, além de contribuir na organização da atividade econômica coletiva. Há redução de custos e riscos para pequenos produtores e ampliação da sua capacidade de competição.

 

Fonte: Unidade de Acesso a Inovação e Tecnologia

COMPARTILHAR